#Blog #Entretenimento #Estratégico #Inovação

7 lições que “High School Musical: A Série” ensina sobre negócios

Oferecendo mais aos espectadores do que apenas entretenimento, “High School Musical: A Série: O Musical” chega na indústria como um resultado do empreendedorismo criativo. Entre insights de inovação, trabalho em equipe, diversidade, dedicação e estratégia, a produção mostra porquê é um sucesso teen que equilibra nostalgia e originalidade.

Por Felipe Marques

7 lições que “High School Musical: A Série” ensina sobre negócios

Lançada em novembro de 2019, “High School Musical: A Série: O Musical” é uma série de televisão estadunidense dos gêneros drama adolescente, comédia dramática, musical e mocumentário, desenvolvida pela Disney e inspirada no clássico High School Musical.

Ambientada em Salt Lake City, Utah, em uma versão ficcional da East High, a escola em que os três filmes originais foram filmados, a série segue um grupo de adolescentes entusiastas do teatro que participam de uma encenação de HSM como sua produção escolar.

Nesse percurso, os novos Wildcats acabam descobrindo que na vida real há tanto drama quanto na ficção e envolvem problemas familiares, amorosos e sociais nos bastidores do musical.

Mas o que podemos aprender sobre negócios com uma produção teen? É isso que iremos descobrir. Segue o fio!

1ª lição: Inovação é a resposta

No início, nós não sabíamos se a produção era destinada apenas aos fãs da franquia High School Musical, mas uma coisa era certa: para ter sucesso, o espectador deveria se deparar com algo novo. E foi isso que aconteceu! Estendendo o legado da obra original, a adaptação chegou para inovar.

Com uma proposta totalmente diferente dos filmes, tanto na trama quanto no formato, o criador Tim Federle não teve medo de mudanças e inseriu a história em um contexto moderno, oferecendo ao público experiências e músicas que ele precisava e não sabia, com o verdadeiro equilíbrio entre nostalgia e originalidade.

Essa atitude é indispensável em um novo negócio: despertar o interesse no consumidor e fazê-lo se apaixonar pelo lançamento, ressignificando algo já existente ou não. Tudo, é claro, com uma gestão eficiente da inovação, considerando três fatores primordiais: criatividade, viabilidade e demanda.

2ª lição: É necessário se adaptar ao seu público

A série é completamente adaptada ao público teen. Isso significa que o roteiro e as estratégias de comunicação são estrategicamente pensadas para ele.

No mundo dos negócios, conhecer a sua persona é essencial para que você consiga identificar qual abordagem utilizar. De nada adianta ter muito a oferecer, mas não se comunicar com o seu ouvinte da maneira que ele entende.

Então, pesquise o mercado onde a sua empresa está ou será inserida, conheça os hábitos e costumes do seu público, a forma como ele se expressa, se adapte à ele e humanize a sua fala. Isso, seja nos serviços e produtos oferecidos ou no marketing, para que você seja assertivo nas suas vendas.

3ª lição: Aposte na diversidade

Com um elenco diverso, a série quebrou padrões ao inserir adolescentes de variadas etnias, raças, tamanhos e formas em uma única produção. Em tempos onde a diversidade de gênero e sexualidade estão cada vez mais em debate, é nela que a Disney apresenta o seu primeiro personagem LGBTQIA+. Um marco histórico!

No mundo corporativo, apoiar a causa no mês do orgulho já não é mais o suficiente para reparar a violência sofrida pelas minorias e essa representatividade é cada vez mais cobrada na prática. Colocar um arco-íris na foto de perfil da página da empresa, mas não contratar transexuais, por exemplo, é incoerente.

O mesmo se aplica ao antirracismo. Medidas maiores precisam ser instituídas na cultura organizacional das empresas, além de uma simples hashtag que diz que vidas negras importam.

Segundo um relatório publicado pela consultoria Mckinsey, há um aumento de 35% nos lucro das instituições quando há diversidade racial. Então, empresas multinacionais já entenderam o recado. A Magazine Luiza, por exemplo, recebeu um destaque muito grande na mídia em 2021 ao iniciar um programa de trainees exclusivos para negros. Saiba mais clicando aqui.

Quer ficar para trás? Não, né? Então, estude sobre o assunto e invista em comitês de diversidade para manter a sua empresa inclusiva a todos os tipos de pessoas.

4ª lição: Trabalhar em equipe sempre é o melhor caminho

Para lidar com os problemas abordados no decorrer da trama, os novos Wildcats precisam trabalhar em equipe, unindo suas habilidades para o bem comum.

Em uma empresa, a cooperação também é sinônimo de sucesso. Obviamente, algumas pessoas têm maior facilidade no trabalho em equipe do que outras, mas relacionar-se com os colegas de trabalho exige um tipo de inteligência que pode ser desenvolvido em todos, seja pela empatia, pelo saber ouvir ou pelo feedback.

Com muito treinamento e integração, ao promover um ambiente de troca, união e permitir que os colaboradores expressem suas convicções em suas equipes, a empresa se coloca à frente de sua concorrência e poderá se beneficiar grandemente da contribuição de todos.

5ª lição: Desenvolva talentos

Se trabalhar em equipe sempre é o melhor caminho, saber desenvolvê-la é um dos papéis de uma pessoa de negócios.

Além da representatividade social, são muitos os talentos profissionais selecionados para o elenco e estrelados na série. O maior deles é Olivia Rodrigo, uma jovem de 18 anos que em pouco tempo se consolidou como artista revelação na indústria da música. Fazendo o que ninguém nunca fez, a cantora emplacou o seu primeiro single, “drivers license”, no primeiro lugar da Billboard Hot 100 por 6 semanas e conquistou inúmeros recordes com o seu álbum de estreia “SOUR”. (Inclusive, o que acham de um artigo analisando o storytelling da Olivia?)

Já imaginou quantas vidas talentosas passarão pela sua empresa desde a contratação? Como um líder de sucesso, é seu papel selecioná-las corretamente e se preocupar com o desenvolvimento da sua equipe, investindo e alavancando carreiras que impactam a sociedade.

6ª lição: Corra atrás dos seus objetivos

Entrando um pouquinho no roteiro, a jornada da Miss Jenn pode, facilmente, ser analisada como um caso empreendedor.

Após várias frustrações na sua vida profissional, ela desiste do sonho de se apresentar na Broadway, mas a sua paixão por High School Musical a faz correr atrás do seu objetivo de ser uma diretora de sucesso.

Com o apoio dos alunos da East High, ela enfrenta seus medos, consegue alcançá-lo e é, orgulhosamente, creditada pela brilhante performance de High School Musical 1 da 1ª temporada.

Assim é na vida de um empreendedor. As decepções e portas fechadas virão, mas somente você decidirá quando parar e até onde ir. Busque estar cercado de pessoas que lhe ajudarão a impulsionar o seu trabalho e não desista de ir atrás dos seus objetivos, mesmo que tenha que adaptar os seus sonhos a eles.

7ª lição: Saia da zona de conforto

Fugindo do esperado, a 2ª temporada da série sai da zona de conforto de interpretar High School Musical. Na nova fase, a Miss Jenn oferece uma proposta irresistível para os Wildcats: competir pelo importante prêmio Alan Menken de Teatro Musical Estudantil com a encenação do clássico “A Bela e a Fera”.

Mesmo surpreendendo os fãs, o roteiro mostrou-se firme com a escolha dos criadores e desde o primeiro episódio garantiu momentos emocionantes e ótimos singles, como “The Rose Song” de Olivia Rodrigo.

Além disso, conforme os episódios vão passando, os personagens vão sendo desenvolvidos individualmente e a série ganha muitos detalhes especiais não explorados pela 1ª temporada. Isso confirma que a decisão de sair do conforto do roteiro principal proporcionou à trama o caminho certo a ser seguido.

No mundo dos negócios, frequentemente você precisará sair da sua zona de conforto também. Então, quanto mais preparado você estiver, melhor. Tudo na vida é experimentação e não se pode conquistar algo diferente sem fazer algo diferente.

Já imaginou viver 60 ou 70 anos sem arriscar até que não seja possível mudar mais nada? Portanto, empreender pode ser a maneira de quebrar esse vínculo nocivo e de tornar a vida mais interessante e desafiadora.

Empreendendo, você sempre terá algo para fazer, mudará definitivamente o seu estilo de vida e a sua maneira de encarar os problemas. Assim, com certeza, encontrará soluções inovadores para impactar o mundo.

Quando fizer isso, contrate a Pacto Consultoria e lhe ajudaremos a atingir os resultados esperados. Ainda não conhece os nossos serviços? Conheça-os clicando aqui e aqui para assistir “High School Musical: A Série: O Musical” no Disney+.

VEJA TAMBÉM

Você sabe a hora certa de procurar uma consultoria?
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Sem categoria

Por Ludmilla Marinho

Você sabe a hora certa de procurar uma consultoria?

Como a taxa Selic afeta o seu empreendimento
#Blog #Economia #Empreendedorismo #Financeiro

Por Beatriz de Paula

Como a taxa Selic afeta o seu empreendimento

O que é Fluxo de Caixa e como aplicar?
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro #Inovação #Sem categoria

Por Taís Oliveira

O que é Fluxo de Caixa e como aplicar?

CONTEÚDO ONLINE