#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro

A importância de separar as finanças

A separação das finanças empresariais e pessoais podem mudar o rumo de sua empresa. Na atual conjuntura, é muito comum que microempreendedores ainda misturem essas finanças, porém são muitos os riscos e consequências negativas para o empreendimento. Saber como separar as finanças, organizá-las e controlá-las é o segredo para o sucesso do seu negócio e […]

Por Roberto Lourenço

A importância de separar as finanças

A separação das finanças empresariais e pessoais podem mudar o rumo de sua empresa. Na atual conjuntura, é muito comum que microempreendedores ainda misturem essas finanças, porém são muitos os riscos e consequências negativas para o empreendimento. Saber como separar as finanças, organizá-las e controlá-las é o segredo para o sucesso do seu negócio e também para um maior controle das suas despesas pessoais.

Pessoa Física x Pessoa Jurídica

Em primeiro lugar, é importante ressaltar as principais diferenças entre uma pessoa física e uma pessoa jurídica. A pessoa física é todo ser humano enquanto sujeito detentor de direitos e deveres, desde seu nascimento até sua morte. Portanto, para que uma pessoa física exista perante o governo, não é necessário que ela possua o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), que é o registro dos cidadãos para fins fiscais.

Já a Pessoa Jurídica é uma entidade que reúne pessoas e patrimônio com uma finalidade, podendo ser responsável por prestar um serviço, produzir um bem ou vender um produto. Alguns exemplos de Pessoas Jurídicas  são as empresas, as associações, as fundações, os partidos políticos, as igrejas, as administrações públicas, dentre outros.

Nesse sentido, a pessoa jurídica possui uma personalidade jurídica independente e diferenciada em relação a cada um de seus membros, apesar de ser formada por uma ou mais pessoas físicas. É importante ressaltar, também, que, ao contrário da pessoa física, a pessoa jurídica precisa ser formalmente criada e registrada perante os órgãos competentes para existir legalmente. O principal registro é o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

Como separar e manter a organização das suas finanças?

Um ponto chave para a obtenção de sucesso em um empreendimento é uma boa administração, e para isso, tornam-se muito importantes separar e organizar as finanças. Dessa forma, é necessário seguir algumas etapas para atingir o sucesso.

Etapas

1° Passo

  • Primeiramente, é importante começar com uma boa análise , reunindo informações sobre as entradas, os gastos, as pendências e etc. A melhor forma de fazer isso é anotando, seja em um caderno ou em uma planilha. Anote tudo! Nessa etapa é muito importante que todas as informações estejam presentes. Não se preocupe ainda com a separação dos gastos empresariais e pessoais, apenas agrupe todos os dados.

2° Passo

  • Em segundo lugar, comece a separar os gastos empresariais dos gastos pessoais. Se possível, crie contas bancárias separadas, para que as saídas e entradas não se misturem. Para as pessoas que compartilham bens entre o pessoal e o empresarial, como celular, carro, conta de luz e internet, é necessário que seja contabilizado quanto é gasto com a empresa e quanto é gasto com o empreendedor, desse modo, se for 50% para cada, por exemplo, a conta deverá ser dividida em 50/50 entre o dinheiro do empreendedor e o da empresa.

3° Passo

  • Nesse momento, crie um salário de dono, isso permitirá que uma despesa variável  da empresa se torne fixa, além de determinar um valor definido mensal para a sua vida pessoal. Isso permitirá que você tenha um maior controle financeiro tanto empresarial quanto na sua vida pessoal, evitando misturas entre ambas. Caso sua empresa tenha sócios, é necessário determinar o pró-labore, ou seja, estipular o rendimento mensal que seus sócios têm direito.

Últimos Passos

  • Crie um planejamento financeiro para a sua empresa. Determine estratégias, objetivos e metas a serem alcançadas, além de planejar como o dinheiro da empresa será utilizado durante o ano, para que suas finanças possam ser bem controladas.
  • Por fim, faça o controle financeiro da sua empresa, administrando o fluxo de caixa e controlando o estoque e a reposição, por exemplo. É necessário que os resultados sejam acompanhados com frequência.

Por que realizar essa organização e separação?

Atualmente, é muito comum que os microempreendedores misturem suas finanças pessoais com as finanças de sua empresa. Entretanto, o que muitos não sabem é o enorme risco que isso pode trazer para o seu negócio. Algumas consequências negativas ocasionadas por essa falta de organização são:

  1. Falta de uma análise de custo e de lucros;
  2. Dificuldade em conseguir financiamentos: o banco pode não liberar fundos quando os relatórios estão bagunçados ou incoerentes;
  3. Problemas fiscais: transferências para a conta pessoal, retiradas não justificadas e pagamentos não especificados, podendo ocasionar problemas com a receita federal;
  4. Confusão patrimonial.

A boa administração das finanças da empresa é um dos principais passos para a obtenção de sucesso. A ausência de um controle financeiro dificulta o empreendedor de saber o seu lucro, ter  controle do seu caixa e, por fim, o impede de tomar decisões conscientes. 

Nesse sentido, torna-se um desafio fazer um bom controle financeiro, quando as despesas de pessoa física e pessoa jurídica estão misturadas, além de poder ocasionar problemas com a Receita Federal, como citado previamente. Desse modo,  o planejamento financeiro da empresa fica comprometido, podendo trazer sérias consequências negativas. 
Portanto, para ter um negócio financeiramente saudável, e ter uma boa gestão dos seus gastos pessoais, é necessário que essas finanças sejam separadas.

Como a Pacto pode te ajudar?

Por fim, notamos que é de extrema importância separar as finanças, para que a sua empresa possa ter um bom controle e planejamento financeiro. Esses serviços são essenciais para uma boa administração e, consequentemente, para a boa saúde financeira do seu negócio.

Na Pacto Consultoria Jr., nosso compromisso é buscar a satisfação e sucesso do empreendedor. Oferecemos diversos serviços inteiramente personalizados de acordo com as necessidades de cada negócio, a fim de atingir o máximo de satisfação dos clientes. Imagine ter o seu planejamento e controle financeiro, disponibilizados em planilhas, com análises,  projeções completas, manuais práticos com planejamento de investimentos, montagem de orçamento e controle dos objetivos financeiros para tomada de decisões estratégicas, prontinhos em suas mãos?

Gostaria de ter suas finanças organizadas e separadas para a melhor administração da sua empresa? Entre em contato com a gente e marque uma reunião de diagnóstico gratuita.

VEJA TAMBÉM

7 lições que “High School Musical: A Série” ensina sobre negócios
#Blog #Entretenimento #Estratégico #Inovação

Por Roberto Lourenço

7 lições que “High School Musical: A Série” ensina sobre negócios

Como adaptar sua empresa a transformação digital
#Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Marketing

Por Roberto Lourenço

Como adaptar sua empresa a transformação digital

importância estratégica dos 4’Ps do marketing no seu negócio
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Marketing

Por Roberto Lourenço

importância estratégica dos 4’Ps do marketing no seu negócio

Controle Financeiro: 4 tipos que você deve ficar atento
#Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro

Por Roberto Lourenço

Controle Financeiro: 4 tipos que você deve ficar atento

CONTEÚDO ONLINE