Conheça as 5 forças de Porter

A importância estratégica dessa ferramenta no seu negócio.

A importância estratégica dessa ferramenta no seu negócio.

As 5 forças de Porter é uma metodologia desenvolvida por Michael Porter (Professor da Harvard Business School), em 1979, com o intuito de entender definitivamente melhor o ambiente externo na qual uma empresa está inserida. Portanto, é possível analisar a competitividade, concorrência e desenvolver estratégias para a inserção do seu negócio de acordo com tal mercado. 

Força de Porter 1: Rivalidade entre os concorrentes

Primeiramente, esse ponto determina o quanto há rivalidade entre os concorrentes de um determinado mercado. Então, os mercados que apresentam alta competição necessitam de esforços equivalentes ou superiores para atingir um bom posicionamento no mercado. Em contrapartida, os mercados menos competitivos possuem maior facilidade de entrada, porém, é necessária uma avaliação do lucro que será obtido em tal atmosfera. Nesse sentido, pôde-se fazer essas perguntas:

  • Quantos concorrentes minha empresa tem? 
  • Quais são meus principais concorrentes?
  • Qual será meu diferencial?

Força de Porter 2: Poder de negociação dos fornecedores

Esse termo determina, sobretudo, o quão dependente seu negócio é dos seus fornecedores. Desse modo, é primordial avaliar dentro do ecossistema de negócios, quantos fornecedores estão disponíveis para a manutenção da sua empresa. Em seguida, é interessante traçar uma lista com todas as opções que podem ser utilizadas. Então, para isso, faça as seguintes perguntas: 

  • Quantos fornecedores minha empresa possui? 
  • Quantos fornecedores alternativos minha empresa possui?
  • Quão caro seria mudar de um fornecedor para o outro? 

Força de Porter 3: Ameaça de produtos substitutos

Esse ponto discursa sobre a fragilidade de substituição do seu produto perante a novos no mercado. Em outras palavras, um exemplo claro é a substituição de câmeras digitais por smartphones. Dessa forma, deve haver bastante atenção para a possibilidade de novos produtos que substituam, sobretudo, o que você oferta. 
Para analisar melhor, se faça essas perguntas:

  •  Quais são os diferenciais entre seu produto e o substituto? 
  • Quantos produtos substitutos estão disponíveis no mercado? 
  • Qual é o custo da mudança para o produto substituto?

Força de Porter 4: Ameaça de novos concorrentes 

Neste ponto, é necessário analisar a possibilidade de entrada de novos concorrentes no seu mercado. A inovação ocorre dia após dia, e geralmente novos entrantes se utilizam dela. Dessa forma, sempre analise a estrutura do mercado em que está inserido e, em seguida, responda às seguintes perguntas:

  • Quanto tempo leva para se inserir no seu mercado? Quanto custa?
  • Quais são as barreiras de entrada do mercado?
  • Quão regulamentado o seu mercado é?

Força de Porter 5: Poder de negociação dos clientes  

Este ponto explica o quanto seus clientes possuem poder de negociação acerca do seu produto e/ou serviço. Por exemplo, quando uma empresa detém um ticket médio baixo (igual ou menor que R$50,00) o seu cliente não obtém um valor de barganha alto. Por outro lado, se o seu negócio possui um ticket médio alto, então a sua preocupação deve ser maior, afinal, seu consumidor representa uma grande porcentagem de faturamento. 

  • Quantos compradores controlam as suas vendas?
  • Qual o tamanho dos pedidos que você recebe?
  • Seus clientes poderiam trocar de empresa? O quanto custaria para eles trocarem?

Você está querendo abrir um negócio, como também, quer entender como a ferramenta das 5 forças de Porter pode auxiliar na inserção do seu negócio no mercado, mas ainda não sabe como? O que está esperando para entrar em contato com nossa empresa e marcar uma reunião de diagnóstico? Estamos a sua espera!