Como Aplicar a Cultura de Feedback

cultura de feedback

Como Aplicar a Cultura de Feedback na Sua Empresa

Por que é importante aplicar na minha empresa?

A importância da cultura de feedback no ambiente organizacional vai muito além de corrigir erros e aprimorar habilidades.

Quem nunca precisou conviver com atitudes de colegas de trabalho que atrapalhavam seu rendimento?

Até mesmo manias constantes que afetam o rendimento da equipe, mas, ainda assim, o feedback permanece como um tabu pela falta de conforto das pessoas em geral para expressar situações desagradáveis.

Por isso, é fundamental construir a cultura do feedback como um valor da empresa para que seja uma atitude compartilhada entre colaboradores, agregando estabilidade nos relacionamentos e melhorando desempenho no ambiente interno.

Mas como é possível desenvolver essa cultura? Os funcionários comprariam essa ideia?

É fácil de aplicar, mas difícil de motivar essa prática internamente.

Antes, você pode entender a importância do clima organizacional no ambiente de trabalho e do desenvolvimento de pessoas como ferramenta empresarial. Ambos os fatores são potencializados após a aplicação de feedbacks e geram grandes resultados à sua empresa.

Agora vamos nos basear em três tipos de feedback: positivo, construtivo e corretivo, os quais reconhecem boas ações, orientam melhorias pessoais ou reprovam situações incômodas, respectivamente.

5 Passos para a cultura de feedback

1. Desenvolver o ambiente propício

A primeira etapa é desenvolver um clima interno onde todos estejam dispostos a evoluir e incomodados com a inércia.

Demonstrar a importância do desempenho individual para o grupo e fornecer recompensas pelo empenho são bons caminhos já que é essencial começar pelos feedbacks positivos para somente depois abordar pontos que podem incomodar.

2. Introduzir o assunto

Finalizado o primeiro passo, é o momento de introduzir o assunto entre os colaboradores. Marque uma reunião, comente sobre a importância, faça uma capacitação sobre as melhores maneiras de fornecer um conselho, fazer uma reclamação ou pedir ajuda entre funcionários…

Só é possível consolidar uma cultura quando todos entendem o valor a ponto de inserir-se e praticá-la, então se atente para contextualizar a importância do feedback e não deixá-lo desinteressante. Esse assunto representa um triângulo de evolução recíproca entre gestores, subordinados e empresa para crescimento mútuo no mercado!

3. Dê o exemplo. Comece a praticar!

Os funcionários entendem o conceito do feedback e como aplicá-lo? Se sim, estão prontos para receber também. Aproveite a receptividade para, individualmente, ressaltar pontos positivos dos membros e dar os feedbacks construtivos.

Mas tenha cuidado, é preciso propriedade e avaliações precisas para não comunicar observações precipitadas. O ouvinte precisa ver sentido para concordar com as sugestões e estar disposto a melhorar.

4. Compre a ideia dos gestores

Depois da aplicação, é provável que ocorra a motivação ou a coação entre os funcionários para evoluir seus pontos negativos citados, mas ainda não estará estabelecida tal cultura. É extremamente importante que os gestores comprem a ideia, realmente aderindo os feedbacks construtivos em seu cotidiano, sempre com cautela em abordagens individuais.

O exemplo precisa ser de cima para baixo nesse caso. As pessoas não se sentem confortáveis para comentar com o próximo aquilo que a incomodam, é normal que exista uma barreira no processo.

5. Quebre as barreiras

Mas é possível quebrá-la! Existem inúmeras dinâmicas para que o feedback seja visto como uma prática rotineira de cooperação que traz apenas benefícios, principalmente para a eficácia das atividades.

Além disso, o setor de Recursos Humanos pode ser valioso ao transmitir feedbacks anônimos, executar tais dinâmicas ou até incentivar o compartilhamento de opiniões até que se torne um processo automático.

Nessa etapa, você já atingiu uma intensa cooperação em equipe, sabe o que significa em resultados?

Quando se atinge uma cultura de feedback na organização é garantia de transparência entre os funcionários, interações de confiança, incentivos e melhorias no rendimento e diminuição dos conflitos internos.

Você acredita que é possível aplicar na sua empresa?

Há muitas maneiras de introduzir o assunto além das etapas citadas que são voltadas para atingir a organização como um todo. Num Processo Seletivo, por exemplo, é muito valioso recrutar membros inseridos à cultura ou alinhá-los durante o treinamento.

Também tem a Pesquisa de Clima Organizacional, um ótimo momento para os clientes internos se expressarem e a Pacto Consultoria pode te ajudar nesse processo.

São diversas oportunidades, não desperdice as chances de progredir sua empresa e manter-se à frente da concorrência. A satisfação interna e o alinhamento da equipe são os primeiros degraus a subir para atingir um clima organizacional que potencializa resultados.

Quer saber mais? Tem algum problema, mas não sabe muito bem o que é ou como lidar com ele? Pode entrar em contato e nos dizer em que podemos te ajudar.