Como Evitar a Falência em Meio à Crise

evitar a falência em meio à crise

Como Evitar a Falência em Meio à Crise

Já teve medo do seu empreendimento não dar certo? Geralmente é o maior medo dos empresários. Sabemos que agir em contato com o mundo empresarial é uma jornada com muitos desafios no quesito gestão, e saber contorná-los é o caminho para evitar a falência da empresa em meio à crise, ou melhor, a morte do seu negócio. Nesse artigo, oferecemos dicas de como aplicar o gerenciamento de crise, para evitar a falência da sua organização.

Manter uma empresa funcionando é o maior confronto de todo administrador. O mercado a cada dia que passa se mostra mais exigente. Logo, usar apenas uma estratégia de preço baixo não é um método eficaz em longo prazo nos dias de hoje.

Está claro que a pandemia do Covid-19 causará consequências desastrosas que, além da saúde pública, afetará também o desenvolvimento econômico do país. Em nosso contexto, os efeitos chegaram ou chegarão para todos. Entretanto, a criatividade pode ser uma poderosa aliada. 

De acordo com Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), 3 em cada 10 empresas vão à falência após 2 anos. Se compilarmos os motivos pelos quais isso ocorre, os principais seriam a gestão e a inexistência de saúde financeira. Por isso, a importância do gerenciamento de crise. Que tal umas dicas para manter seu negócio rodando nessa pandemia? 

5 Dicas para Gerenciamento de Crise

1. Faça previsões 

Anteveja imprevistos e riscos. Você deve agir como se os outros players estivessem sempre ao seu redor – e estão realmente -, assim se manterá alerta e poderá agir antes que a ameaça realmente o atinja.

Também é relevante se atentar à todos os mínimos detalhes de contratos e acordos vigentes. Uma negociação bem formulada e detalhada irá te resguardar de prejuízos ou problemas que possam interferir em sua saúde financeira. Todos os diagnósticos precoces são muito bem vindos! 

2. Explore o Mercado 

Empreender é simplesmente entender o que quer o mercado e sempre haverá oportunidades, o maior desafio é de fato encontrá-las e saber explorá-las. Segundo SEBRAE, 89% dos pequenos negócios já enfrentam queda no faturamento devido às medidas de isolamento no país. Foram entrevistados 9.105 empreendedores, sendo que 36% deles afirmam precisar fechar a empresa permanentemente em um mês, caso as restrições permaneçam por mais tempo.

Com isso, se torna necessário começar a pensar em alternativas para tentar contornar a crise como Delivery (que vem se tornando uma poderosa ferramenta do mercado nos últimos meses), assistência online, serviços adaptados e home Office. 

3. Peça ajuda 

Um empreendedor deve sempre buscar aprender e estar disposto retirar a lições até das mais simples contingências. Mas não deve ser visto como um empecilho pedir conselhos de pessoas imparciais para a tomada de  decisões importantes.

Outra opção seria procurar por pessoas especializadas, ou melhor, por uma consultoria empresarial. Dessa forma, terá uma visão mais macro do mercado e poderá otimizar diversos setores da sua empresa, além de atrair mais clientes para seu negócio. 

4. Sempre inove 

Inovação é um fator primordial para os players que querem permanecer no mercado. Mas ao contrário do que muitos pensam, inovação não se limita a oferecer um novo serviço ou lançamento de uma nova linha de produtos, mas contempla todo tipo de novidade organizacional. Há também inovações: no modelo de negócios, no processo de produção, organizacionais, marketing e por aí vai. 

Sem inovação a empresa permanece estagnada

É necessário descobrir em quais departamentos seu negócio precisa inovar. Faça uma análise mais profunda e entenda como pode pôr em prática! 

5. Renegocie dívidas 

No ramo empresarial, qualquer negócio está sujeito a renegociar suas dívidas. Muitas vezes em situações de crise, são feitas essas ofertas aos credores buscando prazos mais adequados e taxa de juros mais acessíveis para quitarem as transações. Se, diante dessa crise, seu negócio se endividou de alguma maneira, busque renegociar os termos. Dessa forma, poderão chegar a um acordo vantajoso para ambos e, consequentemente, evitar maiores problemas. 

Dito isso, aplicar estas dicas depende único e exclusivamente de você! Independentemente de sua formação tenha em vista de que deve ser ágil o suficiente para se permitir acompanhar todas as adversidades possíveis, e para isso a informação é sua mais poderosa aliada.

Quer estratégias para atingir uma boa performance empresarial e evitar a falência em meio à crise? A Pacto Consultoria pode salvar o seu negócio e impulsionar seus resultados.