Como Fazer uma Viabilidade Financeira

viabilidade financeira

Como Fazer uma Viabilidade Financeira

Qual a importância da Viabilidade Financeira para o seu negócio?

Você sabe o que é uma Viabilidade Financeira? Sabe como aplicar ao seu negócio?

Para entender sobre Viabilidade Financeira, é importante saber o seu significado. É um estudo cujo objetivo é verificar se um investimento é viável ou não a partir de análises sobre faturamento, despesas, serviços e produtos vendidos.  Em um determinado período de tempo, proporcionando maior segurança na aplicação do dinheiro.

É importante que se faça uma análise sobre a Viabilidade Financeira de todos os empreendimentos, seja ele apenas um projeto ou já estabelecido, realizando estudos sobre o mercado no qual a empresa está inserida e levando em conta outros diversos fatores, como projeção de entrada e de saída, a economia local, a taxa de crescimento do mercado no qual irá investir e a inflação do país, por exemplo.

Tais análises, baseadas em cálculos financeiros e indicadores, irão garantir a assertividade acerca do rumo do negócio. A Viabilidade é constituída por três pilares, que são: Análise de Mercado, Análise Financeira e Estruturação do Negócio. Para que esse estudo seja realizado de forma correta, é preciso seguir os passos adequados.

Passo a passo de uma Viabilidade Financeira

O primeiro passo  é estudar o segmento no qual o negócio está inserido, analisando a aceitação da empresa na região que o abrange e a expectativa de crescimento no país e também no Estado. Após essa etapa, é possível projetar o número de vendas e consequentemente as despesas, que estão diretamente relacionadas ao faturamento mensal da empresa.

1. Receitas e Despesas

Essa etapa é baseada nas projeções de receita provenientes das vendas do produto ou serviço, e das despesas, fixas e variáveis. É uma das mais importantes, pois é a partir dela que se consegue traçar os indicadores da viabilidade. As projeções são realizadas em três cenários diferentes: realista, otimista e pessimista, no qual é levado em consideração os fatores expostos anteriormente. Leia mais sobre como realizar uma projeção de receita.

A partir das projeções, é possível realizar cálculos de indicadores que irão ditar o rumo do empreendimento, que são o PayBack, VPL, TIR e o Ponto de Equilíbrio. Esses indicadores permitem analisar o tempo de retorno, a rentabilidade do investimento,  o número de necessário para igualar receitas e despesas.

2. PayBack

É o tempo necessário para que o lucro líquido seja igual ao valor total investido. Seu cálculo é importante para que se saiba em quanto tempo terá o retorno do investimento. Pode ser calculado por meio do PayBack Simples, ou melhor definido pelo PayBack Descontado.

3. VPL (Valor Presente Líquido)

É um cálculo matemático que diz qual é o valor presente de pagamentos futuros descontados da taxa de juros e do investimento inicial. Sendo o VPL maior que zero, indica a rentabilidade do negócio, e sendo o VPL menor que zero indica que o empreendimento não é rentável para que se apliquem recursos nele.

4. TIR (Taxa Interna de Retorno)

É a taxa que irá igualar o fluxo de caixa antecipado para o valor do investimento, ou seja, a TIR calcula a taxa de desconto que deve ter um fluxo de caixa para que seu Valor Presente Líquido (VPL) iguale-se a zero. Se a TIR for maior que a Taxa Mínima de Atratividade, significa que o empreendimento é viável. 

5. Ponto de Equilíbrio

É o ponto no qual a receita e as despesas (fixas e variáveis) se igualam, ou seja, é o quanto um empreendimento deve vender para que comece a gerar lucro em um intervalo de tempo. Após a leitura desse artigo, é importante que você avalie se o seu negócio está passando por transformações e necessita de uma empresa especializada, o que pode contribuir para o seu voo mais alto.

Espero que suas dúvidas sobre Viabilidade Financeira tenham sido sanadas, mas se precisar de mais ajuda, entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo da melhor maneira possível.