Empreendedorismo Feminino: Quebrando Barreiras

empreendedorismo feminino

Empreendedorismo Feminino: Quebrando Barreiras

Quando você imagina o chefe de uma corporação, qual imagem vem à sua mente?

Provavelmente o que muitos diriam é um homem alto, branco, com uma barba impecável e um belo terno. 

É sério que a inconsciente formação dessa imagem não te assusta?

É sobre questões como essa que serão tratadas as dicas desse artigo.

4 Dicas de atitudes empreendedoras para mulheres

1. Acredite na força que há dentro de você. 

Rachel Maia, atual CEO da Lacoste. Mulher, negra, que além desse cargo apresenta uma trajetória incrível de liderança, em diversas corporações, proferiu:

“Se ninguém que pareça com você está no lugar onde você quer chegar, você pode ser a primeira”

Provavelmente você já ouviu a palavra representatividade, que basicamente é incluir indivíduos de diferentes gêneros, raças e interesses dentro de espaços com a finalidade de gerar identificação. Mas e quando essa representatividade não existe? VÁ E SEJA A PRIMEIRA.

2. Procure grupos que apoiem o empreendedorismo feminino.

Nessa jornada que pode até parecer um tanto quanto solitária, é necessário buscar redes de apoio. Sejam elas rodas de conversa, workshops, plataformas online…

É de extrema importância dividir experiências e auxiliar mulheres nas suas dificuldades diárias, como também dar voz e ser porta-voz do crescimento feminino na atmosfera empreendedora. 

Alguns exemplos são o Sebrae Delas que busca apoiar e acelerar pequenas empresas lideradas por mulheres com o objetivo de melhorar a gestão através do conhecimento, ferramentas, inovação muito mais.  Além disso, a plataforma online, Fecha com Ela, que tem o intuito de conectar uma comunidade de compradores com vendedoras de produtos.

3. Busque profissionalização

É de suma importância o aprimoramento profissional através de graduação, cursos, palestras, workshops. É possível que essa parte seja a que gere mais dificuldade dependendo do seu estilo de vida. Mas respire fundo e vamos lá.

Primeiramente, procure se organizar, nós mulheres geralmente vivemos uma jornada tripla e isso pode fazer os estudos ficarem de lado. Mas se o tempo tiver apertado aposte em cursos on-line, poderá realizá-los em qualquer lugar apenas com um celular e internet.

No início, dê preferência aos cursos de organização pessoal, finanças, Excel, gestão de equipe e liderança. Você pode conferir 5 dicas de livros essenciais para a Gestão de Negócios clicando aqui.

4. Aprenda a cuidar do seu dinheiro

Já ouviu aquele ditado: “Não existe ninguém melhor que você para cuidar do seu próprio dinheiro”. Então, ele nunca foi tão real.

Deixe de lado todas as crenças limitantes de que você não é boa com números, e por isso não pode tratar das suas finanças. 

Respire. E saiba que esse conhecimento é essencial para ser bem-sucedida no pessoal e no profissional. Por isso, foque primeiro no que é essencial: contas de bancos, gastos pessoais com a casa, família, impostos…

Em segundo plano, procure investir, é uma excelente plataforma para multiplicar sua renda através dos anos. Hoje em dia, é possível aprender através de vídeos e cursos. Por exemplo os canais de YouTube da Natália Arcuri (Me Poupe!) e Mirna Borges (Economirma) apoiam o empreendedorismo feminino e fornecem conteúdos de qualidade para quem se desafia nessa jornada.

Empreendedoras, podemos te ajudar a impulsionar o seu negócio? O seu sucesso é a nossa realização! Entre em contato para agendar uma reunião gratuita e encontraremos sua solução.