Funil de Vendas: Uma Ótica Através de Friends

Funil de Vendas

Funil de Vendas: Uma Ótica Através de Friends

O Funil de Vendas, também conhecido como Pipeline, é um conceito advindo do Inbound Marketing, que tem a capacidade de aumentar o faturamento da sua empresa se desenvolvido da maneira correta, é uma forma de se produzir conteúdo voltado para seu público, observando o caminho que seus clientes têm desde o primeiro contato até o ato da compra. Esse caminho é chamado de Jornada do Cliente.

Nesse artigo, buscaremos explicar o que é um Funil de Vendas, como desenvolvê-lo e a sua relação com uma das personagens mais famosas da ‘comédia de sitcom’ da Warner, ‘Friends’, tendo seu fim em 2004. A série possui um dos maiores recordes de audiência do século e mesmo após 25 anos, continua sendo a sitcom mais assistida na Netflix, e mesmo com toda diversão que ela traz ainda é capaz de nos ensinar muito sobre diversos assuntos, entre eles, essa ferramenta do Inbound Marketing.

O que é um funil de vendas?

O Funil de Vendas tem a finalidade de resolver o problema de alguém, basicamente é a ideia de apresentar soluções para esse, para que no momento de decisão de compra a sua empresa seja a primeira em sua mente.

Afinal, o processo de decisão do seu cliente começa muito antes dele pensar em adquirir qualquer produto, e é para isso que essa ferramenta serve, para mapear a jornada de compra desse indivíduo, podendo chegar até mesmo no pós-compra.

Tendo isso em vista, concluímos que o Pipeline precisa ser segmentado para uma maior compreensão desse caminho percorrido, para geração de conteúdos assertivos para os visitantes/clientes, identificando onde cada um se encontra nessa jornada, e é por isso que dentro do funil existem 3 fases para o tipo de conteúdo ofertado: topo do funil, meio do funil e fundo do funil.

Como funciona o funil de vendas?

É de conhecimento geral que o topo do funil pode ser chamado de a etapa da descoberta, onde seu cliente pensará em: “eu tenho um problema”, o meio do funil de consideração: “como resolver meu problema?” e o fundo de funil de decisão: “preciso contratar alguém” “preciso desse produto”. Essas três fases do Funil de Vendas servem para nos alinharmos com o tipo de conteúdo que ofereceremos para os clientes de acordo com a posição da jornada que cada um deles se encontram.

Para que você possa compreender melhor como se dão as etapas do Funil de Vendas, entraremos em um assunto de cunho cultural: ‘Friends’. Ao longo da série, a personagem Rachel Green se encontrou em inúmeras situações onde a mesma não conseguia enfrentar seus problemas pessoais, saiu da casa dos seus pais e abandonou seu futuro marido decidida em ir em busca do seu sonho, mas acabou a se tornar uma garçonete em uma cafeteria em Nova Iorque.

No meio da terceira temporada da sitcom, Rachel passa pela primeira etapa do Funil de Vendas: ela começa a descobrir que possui inúmeros problemas após analisar a vida dos seus amigos e como se sente infeliz no que faz. No decorrer dos episódios, a personagem entra em inúmeras conversas com os amigos e começa a levar em consideração a ideia de se demitir da ‘Central Perk’, e é à partir disso que ela entra na segunda etapa do funil: “como faço para curar meu problema?”. E o que Rachel precisava fazer para resolver sua dor era se demitir, até que ela toma a decisão, pede as contas e vai em busca do seu sonho.

Como observar as ‘Rachel Greens’ no meu Funil de Vendas?

Em resumo, o que esse período da vida de Rachel no seriado tem a nos explicar? É basicamente esse o caminho que seu cliente vai percorrer na hora de decidir comprar seu produto, ele precisa descobrir que tem um problema, considera-lo para depois decidir consumir. Se a personagem de Jennifer Aniston tivesse em mente desde o início que a cafeteria não poderia sanar suas necessidades profissionais ela não a teria feito.

Logo, é com essa ferramenta que a sua empresa deve focar no topo do funil, criação de conteúdo para pessoas que não têm conhecimento das suas dores, é exatamente aqui onde o marketing de conteúdo da sua instituição deve ser mais forte pois o volume do topo do funil é muito maior que os demais, o número de pessoas que vão visualizar o seu conteúdo ofertado nessa etapa é gigantesca, mas por outro lado, a sua taxa de conversão é a mais baixa.

O topo de funil tem a função principal de trazer visibilidade para a sua marca, fazer a sua empresa estar na mente daqueles que posteriormente estarão em busca de uma solução para o seu problema, se a sua empresa for capaz de ajuda-los nesse momento, sem via das dúvidas seu negócio poderá ser levado em consideração futuramente.

Já quando se trata do meio do funil, consideração, é o ponto onde se conecta a descoberta do problema à venda. O foco dessa etapa é na conversão. Se partirmos da ótica de análise com Friends, quando Rachel já entende sua dialética atual e começa a buscar soluções para a questão, ela conversa com seus amigos, procura saber suas opiniões, faz pesquisas em redes de comunicação, tudo para tomar a melhor decisão, essa leitura da personagem é perfeita para nos fazer compreender o que passa pela cabeça dos nossos clientes nessa fase.

Desse modo, os conteúdos realizados nos seus canais devem estar focados em realizar essa conversão, um conteúdo mais aprofundado como e-books, webinars, vídeos, etc. Buscando  gerar mais valor, à fim de nutrir esses possíveis clientes com materiais ricos e que te dê mais autoridade no momento do ato de compra do mesmo. Os amigos de Rachel foram os responsáveis por gerar essa conversão com ela, faça seus conteúdos serem os ‘Friends’ do seu cliente.

Por último, ao verificarmos o fundo de funil, é o momento de decisão. Mostre que você é quem possui a melhor opção para esse lead, que a sua empresa é a certa para resolver o que ele tem como dor no momento. Gere autoridade, fale sobre seus cases de sucesso, use as conquistas do seu negócio como forma de mostrar para esse possível cliente que o seu produto/serviço é o que ele está procurando e precisando.

Em conclusão, é possível aferir que é preciso criar estratégias para seu Marketing de Conteúdo, e o Funil de Vendas é primordial para isso. E, não só Friends, mas outras séries podem impactar em muito a visão e a compreensão da sua empresa de forma descontraída e educativa sobre as ações do seu negócio, busque identificar o caminho que as ‘Rachel Greens’ estão realizando para efetuar a compra do seu produto ou serviço, esteja à frente do mercado, faça conteúdos de qualidade para quando essas precisarem de uma solução a sua empresa seja a única em sua mente.

Gostou do artigo? Quer entender melhor o Funil de Vendas da sua clientê-la? Entre em contato com a gente!