#Blog #Comercial #Estratégico #Inovação #Marketing #Pessoas

O Impacto da Persona nas suas Estratégias de Marketing

Um erro muito comum no mercado é a falha de entendimento do que o seu cliente ou futuro cliente precisa ouvir para se criar um plano de ação, a fim de entender em qual público irá atuar, falhando em analisar o cenário da empresa, a construção de persona, o estudo de palavras-chave, entre outros fatores.Desse […]

Por Roberto Lourenço

O Impacto da Persona nas suas Estratégias de Marketing

Um erro muito comum no mercado é a falha de entendimento do que o seu cliente ou futuro cliente precisa ouvir para se criar um plano de ação, a fim de entender em qual público irá atuar, falhando em analisar o cenário da empresa, a construção de persona, o estudo de palavras-chave, entre outros fatores.
Desse modo, para não cair nesse potencial de fracasso da sua empresa, continue lendo esse texto até o fim para saber sobre:

  • O que é persona?
  • Ramificação entre Buyer Persona e Brand Persona
  • Qual a diferença entre persona e público-alvo?
  • Como criar e implementá-la na sua empresa?

O que é persona?

A persona é uma representação fictícia para simular um cliente ideal para uma empresa. Nesse sentido, ela é utilizada como uma ferramenta estratégica para enviar a mensagem certa para as pessoas certas, garantindo uma maior chance de sucesso. Dessa forma, sem ter uma assertividade de sua persona, você pode estar fazendo esforços de venda em leads que não possuem interesse no serviço ou produto que o seu negócio está oferecendo. Sob esse viés, você deve ter algumas informações para definir a sua persona, como:

  1. Estilo de vida
  2. Idade
  3. Como ele encontra a sua empresa?
  4. O que ele não quer?
  5. Por que ela compra na sua empresa?

Para salientar a importância dessa ferramenta, há o estudo do caso da NetProspex, empresa de análise de gestão de dados, sendo um grande exemplo de aumento de lucro e vendas atuando em sua persona. Logo, como resultado, a empresa aumentou 900% de visita, 171% de maior receita gerada pelo marketing e 100% no número de páginas visitadas.

A princípio, um mesmo negócio pode ter mais de uma persona, podendo ter mais diversos tipos de persona, como Buyer persona, Brand persona, User persona e Website persona que ajudam a conquistar os objetivos do mercado. Hoje, o texto focará na Buyer e Brand persona.

O que é Buyer Persona?

Primeiramente, a Buyer Persona é uma representação das preferências e os hábitos de compras online do público-alvo de uma empresa e como eles interagem com os seus serviços oferecidos.
É muito comum uma empresa acreditar que só entender o seu público-alvo já é suficiente. Porém, isso é falho e incompetente se o negócio não possui uma buyer persona. Com isso, para você entender e apresentar soluções completamente assertivas para os seus atuais e futuros clientes, é necessário conhecer mais que os dados demográficos e socioeconômicos do seu público-alvo.

Lembre-se que os seus leads querem solucionar as necessidades e serem tratados como indivíduos com características e carências próprias. Dessa forma, a Buyer Persona é uma ótima forma de conquistar seus clientes de uma forma distinta dos seus concorrentes.
Prova do resultado dessa ferramenta, é o estudo do DemandMetric (empresa americana de tecnologia de marketing) no qual exibe ser 62% mais barato criar conteúdos com buyer persona definida e gera o triplo de leads.

O que é Brand Persona?

De antemão, a Brand Persona também possui características da Buyer Persona, com as características do consumidos, contudo, exibe uma representação da originalidade de uma empresa.
Essa ferramenta é essencial para estabelecer a estratégia de relacionamento com seus futuros clientes, ocasionando a forma de comunicação com o público, as posições da marca, transmitindo seus valores e missões.

É de suma importância que sua empresa tenha uma identidade e valores claros para que a seu diálogo com seu comprador seja espontâneo. Desse modo, a rede Magazine Luíza criou um ótimo exemplo de Brand Persona, ao criar a Lu feita com características na fundadora da grande empresa, com uma forma correta e educada ao responder, de modo virtual, todas as perguntas feitas pelos usuários do site.

Nesse sentido, aproveite e acesse o nosso artigo sobre Brand Equity e aprenda como impactar um cliente com a sua marca.

Diferença entre persona e público-alvo

Antes de mais nada, é necessária a compreensão entre persona e público-alvo. Em primeiro lugar, a noção de público-alvo é ligada à grupo de pessoas com características parecidas, com base em comportamentos, dados socioeconômicos e demográficos, com sua definição mais ampla e não se expressando a uma pessoa específica. Já a persona consiste em detalhar mais especificamente o cliente ideal de sua empresa, sendo individual, baseada em pesquisa de pessoas reais; com maior certeza.

Por que implementar essa estratégia na sua empresa?

A maior frustação e erro de um empresário é se esforçar para se posicionar em um público de interesse e não gerar resultado. Para isso, você deve entender e criar a sua Brand e Buyer Persona para atingir estratégias efetivas e gerar valor para o público que a sua empresa busca alcançar. Somado a isso, acertar na sua persona leva ao caminho de não desperdiçar dinheiro e ter um maior retorno do seu investimento.

Com isso, no mercado atual é crucial o entendimento das necessidades do seu futuro cliente e como o seu serviço irá salvá-lo. Ademais, entendendo o seu alvo, você compreenderá os motivos de compra ou não seu serviço, para trabalhar em cima dessas falhas.

Por fim, o entendimento da sua persona auxiliará na sua comunicação com o comprador, direcionando os conteúdos certos, assertivos e com linguagem adequada com o seu público. Dessa forma, você poderá impulsionar os seus resultados com o marketing de conteúdo. Nesse sentido, influencia seus leads com informações de relevância, além de um tom com autoridade e confiança para a sua audiência.

Como implementá-la na sua Empresa?

Criação de uma Buyer Persona

A criação de uma Buyer Persona bem executada é muito importante para a empresa se aproximar dos compradores e para o melhor funcionamento do marketing de conteúdo.

Passos para uma Persona de qualidade:

  • Coleta de dados: Em primeiro plano, é necessário fazer uma boa entrevista com seus clientes até os consumidores que podem estar relacionados com o seu público-alvo. Nesse sentido, você deve considerar:
    – Oferecer um formulário no seu site para pegar dados significativos.
    – Fazer buscas em redes sociais para coletar informações do seu público consumidor para a construção de sua persona;
    – Pedir feedbacks da sua equipe que recebe dos seus clientes para cada vez melhorar mais;
    – Realizar entrevistas (presenciais ou pela internet) para entender o quão seus clientes estão satisfeitos com o seu negócio.

Além disso, também é importante saber os indicativos demográficos da sua futura buyer persona. Pergunte sobre: idade, gênero, estado civil, escolaridade, profissão. Somado a isso, é fundamental entender quais são os hábitos, as necessidades, suas frustações e dores. Além, também, do seu estilo de vida.

Entenda como os seus Prospects interagem

Ainda mais, é essencial entender como os seus prospects interagem com seus conteúdos. Para isso, você deve realizar perguntas, como:

  • Quais as redes sociais ela utiliza?
  • Formatos de conteúdos favoritos
  • Assuntos de interesse
  • Qual plataforma costuma se informar?

Passo final

Por fim, faz-se necessário uma análise dos dados, a estruturação final da persona e o compartilhamento dos resultados. Dessa forma, siga os próximos passos:

  • Análise de dados: Entender quais dados entram em comum e assim, solucionar as necessidades de diferentes propects em uma só solução. Preste atenção nas principais exigências e solicitações do seu público, abrindo caminho diante a sua concorrência.
  • Estrutura da persona: Após esses passos, você deverá dar um nome, colocar as características, sentimentos do seu avatar. Um exemplo de buyer persona:
    Adriano tem 36 anos, está noivo e trabalha em um escritório de engenharia, com um salário de 4.800,00. Seu medo é não conseguir acompanhar o crescimento dos seus filhos. Ele deseja ganhar uma promoção em um cargo em que possa passar maior tempo com sua família. Gosta de escutar música e viajar com seus filhos.
  • Compartilhamento dos resultados: Hora de mostrar a sua persona para os membros de toda a sua equipe para o entendimento e divulgação.

Criação de uma Brand Persona

Já se na sua empresa está com falhas na Brand Persona, não deixe de conferir as 4 rápidas etapas para a sua construção de excelência:

  1. Bases da marca: “Quem sua empresa é?”
    Deve servir para checar a identidade da marca e se ela não está longe dos valores propostos para a compatibilidade da conversa com o seu consumidor.
  2. Essência da marca: “O que define a sua empresa?”
    Sua importância está em entender o que está por trás de tudo o que é feito na empresa, como um propósito, um objetivo, uma ação social etc. Um ótimo exemplo é da empresa Starbucks, no qual fomenta uma grande experiência de consumo quando o café vem escrito o nome do comprador.
  3. Valor da marca: Acordo entre consumidores e empresas para agregar uma maior relevância, mesmo que esse valor não possa ser medido, mas ditando o que. Afinal, os consumidores expectam dos produtos e serviços oferecidos, se identificando com o conceito por trás da marca.
  4. Propósito da marca: Forma de orientar as ações da empresa para a compreensão e planejar os caminhos para serem trilhados a fim de seguir os principais motivos da empresa existir.

Estratégias de criação de conteúdo para sua Persona

É necessário criar conteúdos focados no perfil e necessidades da sua persona a fim de criar um diálogo adjacente com o visitante da sua rede social, construindo um público receptivo ao seu serviço e reforçar a autoridade de sua marca.

Após realizado o seu planejamento e criação de sua persona, você deve impulsionar as suas estratégias de marketing. Desse modo, crie planos de ação, utilize os interesses e comportamentos do seu alvo. Primeiro, é necessário se colocar no lugar da persona e pensar o que ela gostaria de consumir e como ela vai reagir a sua campanha. Sob esse viés, considere as dúvidas, necessidades e desafios de cada etapa da jornada de compra, mais conhecido com os estágios do funil de vendas.

Funil de Vendas

Primeiramente, para cada etapa do funil existem diferentes produções de conteúdo para atender a persona:
1. Topo do funil: Post em blogs, newsletters e redes sociais.

2. Meio do funil: Post mais densos em blogs, e-mail marketing e e-books enviados pelo newsletter.

3. Fundo do funil: Exposição de casos de sucessos, demonstrações de produtos.

Ou seja, a cada etapa a sua empresa deve implementar o seu conteúdo para envolver e resolver dúvidas da Brand e Buyer Persona. Um fator importante das dúvidas é quando os consumidores procuram no Google com palavras-chaves, consequentemente as temáticas já produzidas pela sua empresa sobre o mesmo assunto, podem ser encontrados nos primeiros resultados das buscas, obtendo um novo comprador ou usuário. Assim sendo, você poderá produzir para cada necessidade, um novo conteúdo ou artigo de blog.

Nesse sentido, um exemplo bem prático seria um possível consumidor no qual está querendo comprar um smartphone e está em dúvida entre dois modelos. Dessa forma, a pessoa irá procurar no Google:  Iphone versus Galaxy S21 e encontrará um texto para entender qual dos dois aparelhos é o melhor, com dicas e argumentos para a compra de um dos aparelhos. Ademais, no momento ele busca entender qual modelo é o superior para finalizar a sua compra. Esse caso mostra a grande utilidade de procurar as melhores palavras-chave para o seu conteúdo. Portanto, otimizar com técnicas que apareçam nos principais buscadores para a elaboração de textos e materiais acessíveis a sua persona.

Como a Pacto Consultoria Jr. pode te ajudar?

Depois de entender a necessidade de implementar a persona no seu negócio, você poderá ter dificuldades em criá-la, mas felizmente a Pacto Consultoria Jr exerce o serviço de Plano de Marketing para ajudar a se diferencial no mercado da concorrência, elaborando a partir de ferramentas eficazes e manual estratégico, com todo o passo que deverá ser seguido, com o propósito de se destacar no mercado atual.

Gostaria de ter soluções inovadoras para os diversos setores da sua empresa? Entre em contato com a gente e marque uma reunião de diagnóstico gratuita.

VEJA TAMBÉM

Dicas de organização financeira para seu negócio
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro

Por Roberto Lourenço

Dicas de organização financeira para seu negócio

Como dar e receber um Feedback
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Pessoas #Processos

Por Roberto Lourenço

Como dar e receber um Feedback

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): Saiba como essa estratégia vai te ajudar nas vendas.
#Blog #Comercial #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro #Inovação #Marketing #Processos

Por Roberto Lourenço

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): Saiba como essa estratégia vai te ajudar nas vendas.

CONTEÚDO ONLINE