#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro

Dicas de organização financeira para seu negócio

Planejar e controlar as finanças são dois pontos essenciais para a saúde e o bom funcionamento da empresa. Porém, muitos negócios ainda sofrem com a falta de organização financeira, e os impactos dessa lacuna na gestão, às vezes, podem ser percebidos somente no futuro, gerando déficits ainda maiores para a empresa. Dessa forma, caso haja […]

Por Roberto Lourenço

Dicas de organização financeira para seu negócio

Planejar e controlar as finanças são dois pontos essenciais para a saúde e o bom funcionamento da empresa. Porém, muitos negócios ainda sofrem com a falta de organização financeira, e os impactos dessa lacuna na gestão, às vezes, podem ser percebidos somente no futuro, gerando déficits ainda maiores para a empresa.

Dessa forma, caso haja a ineficácia de tal controle, pode haver gastos excessivos, comprometimento do fluxo de caixa, esvaziamento do capital de giro e falta de entendimento da real situação da empresa. Mas, sabemos que você não quer isso para o seu negócio, certo?! Por isso, neste artigo serão encontradas dicas e orientações para uma organização financeira eficiente.

O que é uma Organização Financeira para o seu negócio?

Primeiramente, antes que você se pergunte como funciona na prática uma Organização Financeira, é preciso entender seu conceito. E para isso, o primeiro passo é saber que essa organização vai além do cálculo de custos e receitas.

Isso porque, assim como o corpo humano precisa de um conjunto de órgãos trabalhando juntos para total eficácia, a Organização Financeira possui um conjunto de processos, que dependem uns dos outros para manter a saúde da empresa, que são eles fazer um bom controle financeiro, acompanhar os indicadores do crescimento de mercado e estabelecer estratégias em cima disso, para ajudar tanto no controle dos processos e atividades, quanto no acompanhamento de resultados alcançados. Agora sim, podemos ir para o que interessa: as dicas para a Organização Financeira do seu negócio!

Dicas para a Organização Financeira do seu negócio

Dica 1: Fluxo de Caixa

A primeira dica que você encontra aqui é: saber administrar o fluxo de caixa, que é um instrumento básico de controle e planejamento financeiro de um determinado período, podendo ser diário, semanal, mensal, entre outros. Como aqui estamos dando dicas, o indicado é que o fluxo de caixa seja registrado diária ou semanalmente, principalmente para que as decisões e os ajustes possam ser feitos com antecedência.

O fluxo de caixa é uma ferramenta essencial para avaliar a disponibilidade de caixa e liquidez da sua empresa. Devido que, com ela, controlamos todas as entradas e saídas. Com isso, existe a possibilidade para uma avaliação mais eficaz de contas a pagar, contas a receber, inadimplências, análise diário do caixa, e outras coisas que podem auxiliar para decisões mais seguras.

Na Prática:

  • Planilha: o ideal é que você utilize uma planilha para registrar todo o seu fluxo de caixa. Por ser automatizado, pode facilitar a visualização em gráficos para futuras análises e até mesmo no cálculo do caixa total.
  • Liste suas despesas: é importante identificar todas as suas despesas, tantos as fixas – como contas de água, luz, aluguel, impostos, contador, e outras despesas que geralmente são iguais, sem se esquecer do seu pró-labore –, quanto as variáveis – que podem mudar conforme as necessidades, como custos com fornecedores ou matérias-primas, manutenção de equipamentos e outros.
  • Situação financeira:  como identificamos as despesas, as receitas também serão. Então liste todas as contas a receber, considerando vendas, aplicações e quaisquer valores estimados. No final, para obter a real situação financeira, basta subtrair o valor total dos recebimentos, dentro do período definido, pelas despesas.
  • Controle: agora, com todas as informações necessárias, precisa-se controlar, de acordo com o período estimado (considerando prazos e validade), tanto as contas a pagar quanto as contas a receber, para manter o fluxo de caixa eficiente.
  • Não deixe de se atentar: é importante não deixar de atualizar a planilha; gerenciar a mesma de maneira adequada – evitando atrasar pagamentos; evite também a inadimplência de clientes e mantenha sempre um check-up da conta bancária, para avaliar se faz sentido com os registros!

Dica 2: Separar as finanças de Pessoa Física e Pessoa Jurídica

Possuir uma conta pessoal compartilhada com o do negócio é, infelizmente, uma prática recorrente em pequenos negócios. Essa falta de organização, faz com que os gastos particulares se misturem com os empresariais, gerando perda de controle da situação financeira.
Com isso, uma das primeiras – e mais importantes – regras para possuir uma Organização Financeira eficiente é a separação das contas de Pessoa Física e Pessoa Jurídica.

Dica 3: Organização das atividades financeiras

Sabemos que a rotina de seu negócio pode ser muito intensa e com atividades diversificadas, por isso, organização e disciplina são as palavras-chaves para manter tudo isso sob controle.

A gestão financeira está relacionada com esses processos, a fim de manter seu negócio sustentável a longo prazo. Com isso, uma dica que pode facilitar sua organização é separar verba para setores diferentes de seu negócio, para que haja um melhor redirecionamento. Consequentemente, isso irá gerar um aumento da rentabilidade para sua empresa, e identificação do que cada setor precisa.

Nesse sentido, alguns pontos importantes para que sua organização seja mais benéfica são: tenha um planejamento estratégico para seu negócio. Dessa maneira, organize suas principais fontes de receita e de custo, coordene contas a pagar e contas a receber. Além disso, constitua fundos e reservas e administre seu fluxo de caixa.

Dica 4: Utilizar ferramentas que facilitem a organização financeira

Como já foi mencionando na dica 1, utilize planilhas! Ferramentas como Excel e Google Sheets permitem, principalmente, que você possua maior controle sobre o que entra e sai em seu negócio, ou seja, maior organização.

Dessa forma, as informações não se perdem facilmente, como poderiam ser se você utilizasse um caderno para anotações. É possível que você separe as abas na planilha por ano e mês, para usar em gestão do conhecimento. Nesse sentido, documente sempre os investimentos ou despesas, e o porquê de eles terem sido feitos. Portanto, o objetivo é para que futuramente você possa utilizá-los como base para tomar decisões.

Dica 5: Faça um Planejamento Financeiro

Na Pacto Consultoria Jr, sabemos que cada cliente possui uma necessidade e um propósito individual, e nosso compromisso está totalmente atrelado a isso. Dessa maneira, nosso maior triunfo é buscar a extrema satisfação de nossos clientes, entregando soluções de excelência que impactem seus negócios.

            Logo, utilizamos as ferramentas e metodologias necessárias para entregar um projeto completo para você! Dentre elas estão a utilização e entrega de planilhas personalizadas e manual de uso, a análise de mercado do seu negócio e economia. Além disso, está incluso manuais práticos para fazer um planejamento de investimento, relatório e uma montagem de orçamento e controle dos objetivos financeiros para toma de tomada de decisões estratégicas.

Gostaria de ter soluções inovadoras para as diversas áreas da sua empresa? Entre em contato com a gente e marque uma reunião de diagnóstico gratuita. Além disso, conheça nossos materiais gratuitos e fique ainda mais por dentro de soluções para o seu negócio.

VEJA TAMBÉM

Como dar e receber um Feedback
#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Pessoas #Processos

Por Roberto Lourenço

Como dar e receber um Feedback

O Impacto da Persona nas suas Estratégias de Marketing
#Blog #Comercial #Estratégico #Inovação #Marketing #Pessoas

Por Roberto Lourenço

O Impacto da Persona nas suas Estratégias de Marketing

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): Saiba como essa estratégia vai te ajudar nas vendas.
#Blog #Comercial #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro #Inovação #Marketing #Processos

Por Roberto Lourenço

Gestão de Relacionamento com o Cliente (CRM): Saiba como essa estratégia vai te ajudar nas vendas.

CONTEÚDO ONLINE