#Empreendedorismo #Marketing

Estratégias de Marketing: Quais são e como utilizar no seu negócio

Todo empresário sabe o quão importante é o mundo digital para a sua empresa, desde a parte de divulgação até o contato que o cliente faz para comprar o produto. Porém, saber que é importante todos sabem, mas poucos realmente conhecem o que deve ser feito e como. Por esse motivo, o artigo dessa semana […]

Por Clara Rizzi

Estratégias de Marketing: Quais são e como utilizar no seu negócio

Todo empresário sabe o quão importante é o mundo digital para a sua empresa, desde a parte de divulgação até o contato que o cliente faz para comprar o produto. Porém, saber que é importante todos sabem, mas poucos realmente conhecem o que deve ser feito e como. Por esse motivo, o artigo dessa semana tem o intuito de mostrar como a estratégia de marketing pode te auxiliar no seu negócio e quais são elas. 

Vale lembrar que o Marketing por si só já abrange diversas áreas e aqui tentaremos pontuar as estratégias mais necessárias dentro de um empreendimento, e todas elas se conectam de certa forma. Algumas delas são voltadas para o interno do seu negócio e outras para o externo, ou seja, as pessoas se desejam captar. E fique atento: se sua empresa trabalha para outras empresas, foque suas estratégias em B2B; mas se você trabalha diretamente para o consumidor (pessoa física), esses métodos devem estar voltados para o B2C. Aqui você entende melhor a diferença.

Outbound Marketing

A primeira estratégia de marketing explicada é o Outbound Marketing. Gosto de pensar que esse é o famoso “grito de feira”, aquele que chama a atenção e fala diretamente com o público sem muito rodeio. Mais conhecido como prospecção ativa, o Outbound é um processo que aborda potenciais clientes, aqueles que correspondem ao ICP (Ideal Customer Profile) ou Perfil Ideal de Cliente.

Mais do que telemarketing, pode ser aquele outdoor de estrada que te dá fome no caminho da viagem ou aquela propaganda de rádio de terça-feira à tarde. Seu principal objetivo é criar naquele que ouve/vê um sentimento de urgência para satisfazer a sua vontade naquele momento. No entanto, existem algumas coisas que você precisa saber antes de investir nesse método:

  • Conheça seu público-alvo, persona e ICP;
  • Se for investir em ligações, apenas uma não trará resultados;
  • Propagandas visuais precisam ser colocadas em locais estratégicos;
  • Para propagandas televisivas ou radialistas, tente perceber onde ou em quais horários seu cliente ideal vai querer te ver/ouvir;

Pode ser que você pense que o outbound é antiquado, mas ainda funciona e traz mais resultados que o esperado. Vai me dizer que você nunca ficou atraído pelos “dois cachos de uva por cinco reais” na feira? Para se aprofundar, separamos esse outro artigo que pode te ajudar.

Marketing Digital

Mesmo que seja um tópico auto explicativo, o Marketing Digital é a estratégia mais complexa em termos de prática. Por ser a promoção de produtos, serviços e marcas através das mídias sociais, existe um fluxo muito alto de outras empresas investindo nesse mesmo método. Segundo uma pesquisa realizada pela McKinsey Consultoria, 80% das empresas estão iniciando nesse ramo, o que confirma o crescente investimento nele. De maneira mais geral, o objetivo dessa estratégia é engajar seu público alvo para conseguir alcançar sua rede de clientes e potenciais clientes, levando-os a comprar o que se vende. 

Mas não pense que é tão fácil, para que esse público permaneça engajado, é preciso criar conteúdo constante que seja relevante e que “alimente” o interesse para que se tornem clientes. Diferentemente do outbound que visa na venda do produto, o marketing digital precisa trazer alguma vantagem além do serviço, seja o ensinamento de algo ou a resolução de um problema simples. Basicamente, criar conteúdo é gerar valor ao seu negócio. Para entender melhor como fazer isso, fique ligado no próximo tópico.

Marketing de Conteúdo

Se você está antenado nas redes, provavelmente percebeu que fotos e vídeos não têm sido o foco, mas a propaganda. Sempre tem aquele perfil que tenta vender alguma coisa ou convencer que aquele produto é melhor que outros. Isso nada mais é que uma estratégia para atrair clientes por meio de um conteúdo relevante, para simplificar: Marketing de Conteúdo. 

Nessa estratégia, para engajar o público-alvo – que precisa ser estudado e conhecido -, a empresa cria valor ao negócio através de conteúdos como ebooks, vídeos, textos e posts, trazendo benefícios àqueles que consomem. Esses conteúdos são pequenos passos até o objetivo final: compra do produto; você mostra que não precisa necessariamente vender para ajudar o seu cliente, mas que pode levar pequenas soluções para ele. Sendo assim, quando o cliente perceber que sua solução é indispensável, não irá pensar muito para ir até você.

Porém, esse método exige disciplina, ainda mais quando não existe uma grande equipe por trás. Primeiro passo a seguir é o planejamento, é preciso deixar claro o que quer fazer e quais objetivos quer atingir; depois elabore sua persona, isso vai trazer assertividade quando for criar os conteúdos; crie conteúdos diversos – ebooks, artigos, vídeos, posts -, não se prenda apenas a um tipo, pois você pode não ter o resultado esperado; distribua seu conteúdo em vários canais, sejam redes sociais diferentes ou por e-mail; estude e mensure os seus resultados, hoje as plataformas possuem dashboards próprias para facilitar o trabalho.

Ainda existem mais benefícios por trás do Marketing de Conteúdo. Há um aumento do tráfego do seu site, principalmente colocando novos materiais. O mercado se torna mais educativo, pois não foca apenas em vender, mas em gerar conhecimento. Gera-se venda, mesmo não sendo o principal objetivo dessa estratégia. Leads chegam com mais frequência. Se quer saber mais, clica aqui.

Marketing de Relacionamento

Se você possui um empreendimento, sabe o quão importante é ter aquele cliente fiel, certo? A estratégia de marketing desse tópico é justamente focar na fidelização daqueles que já fecharam algum tipo de negócio com sua empresa. De forma a criar essa relação de proximidade, esse método busca trazer benefícios que garantam a satisfação e sucesso dos seus clientes. 

Vamos dar um exemplo rápido e prático. Sabe aquela marca de eletrônicos da maçãzinha? Normalmente os usuários são realmente fãs da marca e não a trocam por nada, isso porque se sentem satisfeitos com os serviços e produtos oferecidos. O objetivo do Marketing de Relacionamento é esse: fazer com que o seu cliente se torne fã da sua empresa e produtos. 

Porém, você precisa ficar atento a certas situações: o atendimento do negócio tem que ser cativante, de maneira que não canse aquele que deseja comprar; seus clientes precisam mostrar e falar bem do seu produto para outros – tipo aquele seu canto favorito; tenha ações voltadas aos clientes para que esses continuem comprando de você, sejam os mimos ou até vantagens em próximas compras; faça uso do marketing de conteúdo também nessa estratégia.

 Para entender melhor, separamos esse link para você.

Marketing Humanizado

E para finalizar o artigo dessa semana, temos a última estratégia de marketing: Marketing Humanizado. Abaixo, vamos entender como funciona e como implementar no negócio.

Assim como o último, esse também tem como objetivo aproximar seus clientes da sua marca, mas de maneira que eles se identifiquem com ela. Isso faz com que a interação aumente e a popularização também, pois a conexão se torna uma consequência desse trabalho. Nessa estratégia, o usuário é mais que um número ou só um nome, pois a empresa entende que por trás daquele pedido existem sonhos e desejos. 

O Storytelling é um jeito de aproximar a marca de seus clientes, porque você estará mostrando como sua marca foi pensada, de onde surgiu a ideia e o razão pela qual foi criada. Mostrar o processo de produção, por exemplo, é uma maneira de inserir seu cliente naquilo que ele deseja – é como se ele soubesse de fato de onde o que ele comprou veio.

Engaje seu público, da mesma forma como foi falada no Marketing de Conteúdo, porque isso gera valor e identificação, já que necessariamente ele já vai ter uma base do seu negócio.
E reflita sobre os valores que sua empresa possui. Eles estão voltados aos clientes? Existe algo que você, como comprador, gostaria de ver como um valor de uma outra empresa? Pense como seu cliente, esse é o conselho que te dou. Aqui está um outro artigo que pode te ajudar mais sobre isso.

Como a Pacto pode te ajudar?

Muita coisa para entender, certo? Realmente, o marketing pode ser complexo e muito confuso se você não faz parte ou entende pouco sobre o assunto, mas nada que nós não podemos resolver para você. Dentro da Pacto, possuímos um serviço ideal se você quer descobrir quais são as estratégias de marketing ideias para seu empreendimento, a Inteligência de Mercado

Nele utilizamos algumas metodologias e ferramentas que vão te ajudar na assertividade: Plano de Marketing, Matriz Swot, 4 P’s de Marketing e SMART, entre outros. 
Temos também um ebook que te auxilia no mundo das mídias sociais: “Como Vender nas Redes Sociais”.

VEJA TAMBÉM

Organizando o seu negócio com o Google Agenda
#Blog #Sem categoria

Por Vinícius Muniz

Organizando o seu negócio com o Google Agenda

Como a rede Outback tornou-se tão poderosa?
#Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Marketing #Sem categoria

Por Marina Bezerra

Como a rede Outback tornou-se tão poderosa?

Como a ineficácia do controle de dados pode sabotar suas vendas?
#Economia #Empreendedorismo #Estratégico

Por Camille Vieira

Como a ineficácia do controle de dados pode sabotar suas vendas?

CONTEÚDO ONLINE