#Blog #Empreendedorismo #Estratégico #Inovação #Processos

Planejamento Estratégico: Importância e Benefícios

Fazer um planejamento estratégico é não só estar preocupado com a solução dos problemas de agora, mas estar focado nas soluções e desenvolvimentos apontados para um objetivo futuro. Porém, muitos negócios sofrem por não dar a devida atenção a esse recurso.Nesse sentido, baixas vendas, sazonalidade e insegurança no negócio são apenas alguns dos sintomas da […]

Por Daniel Fidelis

Planejamento Estratégico: Importância e Benefícios

Fazer um planejamento estratégico é não só estar preocupado com a solução dos problemas de agora, mas estar focado nas soluções e desenvolvimentos apontados para um objetivo futuro. Porém, muitos negócios sofrem por não dar a devida atenção a esse recurso.
Nesse sentido, baixas vendas, sazonalidade e insegurança no negócio são apenas alguns dos sintomas da falta de um planejamento. Dessa forma, no Brasil, mais de 60% dos empreendimentos decretam falência em até 5 anos por falta de planejamento e estratégias.  Contudo, pensando em nossos leitores que podem estar passando por problemas como esses, abordaremos este assunto aqui no blog, com dicas e orientações.

O que é Planejamento Estratégico?

Primeiramente, se a jornada de um negócio é como uma viagem, o mapa é o Planejamento Estratégico.
O que define o futuro de uma empresa? Como gestores podem levar seus negócios a um sucesso ao longo prazo? A resposta é: através de um Planejamento Estratégico.
Antes de mais nada, gostaria de definir o conceito de estratégia, e logo após, o de planejamento. Podemos definir uma estratégia como: a atitude de explorar as melhores condições para chegar a um objetivo. Já o planejamento, como: criar um plano para chegar a um objetivo.
Nesse sentido, podemos definir um PE como o processo de criação e execução de uma estratégia para alcançar objetivos. Ou seja, a união dos dois significados materializados em metodologias.

Como fazer o Planejamento Estratégico?

Em primeiro lugar, para falarmos sobre sua construção, precisamos definir quais questões serão analisadas antes de efetivamente iniciar o planejamento estratégico, e podemos colocar a frente de todas uma análise do ambiente interno e externo.

Passo 1 – Análise de Ambiente

Com essa análise feita através das ferramentas: Matriz Swot, Swot Cruzada e as 5 forças de Porter), é possível apontar as forças e fraquezas do ambiente interno da organização, e as oportunidades e ameaças do ambiente externo.
Dessa forma, essas informações são imprescindíveis para entender o posicionamento do negócio em relação aos stakeholders (partes interessadas), ao mercado e aos diversos fatores externos e internos. Veremos como usar essas ferramentas mais adiante. Portanto, somente após essa análise que podemos partir para a próxima fase: a identidade do negócio.

Passo 2 – A Identidade do Negócio

Neste tópico, é possível resumi-lo com determinadas perguntas:

  • Onde nós estamos?
  • Onde queremos chegar? E em quanto tempo?
  • Como pretendemos chegar? Através de quais ações?

Essas perguntas estão completamente ligadas aos pilares estratégicos: missão, visão e valores da organização em questão. Dessa maneira, com esses três bem definidos, é possível dizer que o seu negócio já tem uma identidade, uma digital, que o diferencia dos demais concorrentes.

Passo 3 – Mapa Estratégico, Gestão e Acompanhamento

Logo após a definição da identidade do empreendimento, vamos para a parte mais quantitativa do planejamento: o mapa estratégico. Nesta parte, iremos construir os objetivos, metas e planos de ação. Para realizar essa construção, definimos primeiramente as diretrizes estratégicas, que são os objetivos principais da organização. Os objetivos estratégicos são os norteadores, servindo como direção para o que virá logo a seguir: os objetivos táticos.

Assim como os objetivos estratégicos são os objetivos gerais da empresa, os táticos são os objetivos de cada área, departamento ou unidade do negócio. Eles são criados para dividir o objetivo estratégico entre toda a empresa, de modo que o cumprimento de todos os táticos acarrete no cumprimento dos objetivos estratégicos.
Porem, para realizá-los, existem metas atreladas necessárias. Nesse sentido, metas nada mais são que objetivos de forma quantificada, e o seu papel é mensurar o progresso mediante ao objetivo estratégico. Finalmente, após a definição das metas, podemos definir os planos de ação.

Os planos de ação são a parte mais operacional do Mapa Estratégico, e neles são criadas as iniciativas (em projetos, atividades, etc) que serão tomadas para o alcance das metas. Resumindo, ao realizar os planos de ação, alcançamos as metas, alcançamos os objetivos táticos e, ao alcançar todos os objetivos táticos, atingimos o objetivo estratégico (toda a empresa comemora!). Mas para que isso aconteça, o mapa deve ser feito com bastante atenção.
Enfim, resta gerir e acompanhar os resultados, Para isso é necessário estar revendo sempre os resultados e progressos, e mantendo a equipe atualizada e motivada. É sempre bom revisar e caso necessário, redefinir os objetivos, metas e planos de ação, mantendo os alcançáveis e mensuráveis. Para esse passo, você pode utilizar as ferramentas Balanced Scorecard (BSC), SMART e  5W2H.

Importância e Benefícios do Planejamento Estratégico

O planejamento estratégico, além de ser a melhor maneira de garantir um futuro de sucesso, é uma vantagem competitiva. Ter um planejamento bem definido coloca qualquer empreendimento em destaque, e a longo prazo, no topo do pódio. Através dele, é possível perceber as mudanças nos ambientes externos e internos, identificar oportunidades, inovar,  prever e acompanhar obstáculos e, como fator extremamente importante: usar as informações e fatores descobertos ao seu favor. Usar a análise feita para manter o seu negócio lucrativo, não importa o momento. Isso é criar uma vantagem competitiva.


Fora isso, podemos também levantar a maior assertividade na tomada de decisão (reduz bruscamente as inseguranças), o melhor gerenciamento dos investimentos (internos e externos) e a melhor comunicação (entre gestores e colaboradores, maior transparência entre as empresas).
Portanto, ao ler esse texto, é importante que você entenda que o PE é essencial para você e seu negócio.

Por que fazer o Planejamento Estratégico com a Pacto?

Na Pacto Consultoria Jr, o nosso compromisso está atrelada com a satisfação do empreendedor. Estamos aqui para fortalecer e engajar o empreendedorismo e, através de nossos serviços, damos aos nossos clientes a oportunidade de sucesso em seus negócios. Todos os nossos serviços, embora da mesma categoria, são extremamente personalizados. Cada cliente possui uma medida, necessidade, características e propósito.
Dessa forma, ao entrar em um projeto conjunto com o cliente, a solução de seu problema se torna o nosso objetivo. Nesse sentido, utilizamos ferramentas estratégicas para agregar cada vez mais a entrega final do serviço. Dentre eles, mencionamos o BSC (Balanced Scorecard), a análise SWOT e SWOT CRUZADA, as 5 Forças de Porter, Smart e 5H2W.

Gostaria de ter soluções inovadoras para os diversos setores da sua empresa? Entre em contato com a gente e marque uma reunião de diagnóstico gratuita.

VEJA TAMBÉM

A Importância do Controle Financeiro no seu Negócio
#Blog #Comercial #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro #Processos

Por Rayla Alexandre

A Importância do Controle Financeiro no seu Negócio

Plano de Negócios: Como obter mais resultados por meio de estratégias eficazes
#Blog #Comercial #Empreendedorismo #Estratégico #Financeiro

Por Marcos Rossi

Plano de Negócios: Como obter mais resultados por meio de estratégias eficazes

“Self-Made”: A fantástica história de Madame CJ Walker.
#Blog #Empreendedorismo #Financeiro #Inovação #Pessoas #Processos

Por Pacto Consultoria Jr

“Self-Made”: A fantástica história de Madame CJ Walker.

CONTEÚDO ONLINE