O Que É Necessário Para Legalizar Uma Empresa?

August 21, 2018

Registrar uma empresa no Brasil é uma das etapas mais complicadas para o empreendedor de primeira viagem.

Quando você deseja abrir uma nova empresa, etapas como o preenchimento de formulários, idas ao Cartório, à Junta Comercial, à Receita Federal e até a Prefeitura da cidade onde ficará localizada a sede de sua empresa, podem ser resolvidas em menos de seis meses, se forem bem executadas e assessoradas por uma boa equipe. Além disso, uma boa assessoria, por trás desse processo, pode diminuir o tempo gasto com a burocracia e os custos com taxas que podem chegar a mais de R$ 1.500,00.

Ao decidir empreender, é necessário se perguntar em que ambiente a minha empresa está, ou seja, fazer uma análise de concorrência. Após isso, é preciso conferir se você já possui o estudo de viabilidade financeira do seu negócio e, por fim, uma pesquisa qualitativa de aceitação do produto ou serviço que você está ofertando no mercado, para que o seu plano de negócio seja efetivo no na sua área de atuação.

 

Por que devo legalizar o meu negócio?

Em uma primeira análise, gostaríamos de destacar que deixar sua empresa na informalidade é um grande perigo sobre várias óticas. Da ótica comercial, significa que você nunca poderá vender para outras empresas ou realizar grandes vendas, pois não terá como emitir nota ou pagar os impostos que vão deixar essa transação dentro da lei.

Sobre um olhar trabalhista, sua empresa nunca poderá contratar e legalizar a situação de seus funcionários, o que impedirá que eles gozem de benefícios adquiridos pela CLT. Portanto, o registro de sua empresa é algo positivo não apenas para você, mas para toda a economia brasileira.

 

Como legalizar o meu negócio?

Primeiro passo: Contrate uma equipe especializada

Ao buscar uma equipe formada por empresários juniores, especialistas na abertura de empresas, você consegue registrar uma empresa com um preço abaixo do mercado, e com qualidade competitiva no mercado.

Segundo passo: Contrato Social

Com a mediação e a supervisão da Pacto Consultoria, será possível estruturar o Contrato Social da sua empresa. É no Contrato Social que vai estar a razão existencial da empresa, ou seja, nele constará a participação societária de cada sócio, o objetivo da empresa e as atividades que ela exercerá.

Terceiro passo: Registro na junta comercial

No próximo passo, a empresa se registrará na junta comercial, e assim ela oficialmente começa a existir, porém ainda não pode iniciar as suas atividades, pois esse não é o único documento necessário para legalização da sua empresa. Para o registro na junta comercial é necessário o Contrato Social e os documentos dos sócios, para que seja emitido o NIRE. Assim, a empresa consegue obter o CNPJ e registrar a sua empresa como contribuinte.

Quarto passo: Emissão de documentos

A partir disso, o próximo passo é a emissão de documentos como, por exemplo, a Inscrição Estadual, o Alvará de funcionamento, o cadastro na Previdência Social e, por fim, a solicitação do Aparato fiscal para a prefeitura.

 

Os passos necessários para formalizar o seu negócio podem parecer burocráticos e cansativos, porém, com uma gestão eficiente e total aparato da Pacto Consultoria, esse processo nunca foi tão simples e vantajoso de se realizar. Entre em contato conosco e procure um auxílio para a abertura da sua empresa de maneira mais eficiente e segura!

Please reload

Pacto Consultoria

Impactando o mercado com

soluções de excelência

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram
Ponto Localizacao
Telefone
Carta

Niterói